05 abril 2009

ESCREVI AOS PAPAS

Ao
Sr. Karol Wojtyla (João Paulo II)
e o clero em geral...

Que Deus vos dispense a sua graça e infinitas misericórdias.

É com todo o amor e respeito que rogo a vossa preciosa atenção.

Fui católico apostólico romano, praticante, até os meus 19 anos de idade. Atuei na igreja como coroinha, e desejava, ardentemente, ingressar em um Seminário Teológico Católico Romano a fim de ser ordenado Padre.

Foi quando, em 1980, ouvi sobre a salvação e a perdição eterna da alma. Examinei as Escrituras – Edições Paulinas -, verificando, minuciosamente, sobre o assunto.

Sempre cri que a Palavra de Deus (a Bíblia) é o único documento inspirado que Deus deixou para o homem, narrando desde a criação até as coisas que em breve devem acontecer (algumas já estão acontecendo), e o fim deste mundo.

Aprendi, com o próprio Deus, pela sua Santa e Eterna Palavra, a amar, verdadeiramente o meu próximo, a ponto de procurar ajudá-lo, não só materialmente, mas, principalmente, no que concerne às coisas espirituais.

Desejo trazer à luz o que as Sagradas Escrituras nos adverte sobre alguns assuntos...

A sabedoria terrena e bens que possuímos só servem para utilização nesta terra. Deus não necessita de doutores, engenheiros, advogados, dentistas, empresários, etc. Só entra no céu quem desejar ser servo e filho de Deus. E, quem está no inferno, não poderá utilizar os seus dotes no fogo eterno. Todas as patentes que o homem possui, aqui na terra, ficarão... Não trouxemos nada para este mundo, e sairemos como viemos: Nus.

Muitos dos que não quiseram acreditar nas Santas Letras, agora estão acreditando. Já passaram para a eternidade... sentindo no próprio espírito que o fogo eterno existe mesmo. Estão arrependidos, mas não há mais oportunidades.

Segundo as Palavras do Mestre, Jesus Cristo: "Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim."

Vede que não há outro caminho... Nem a agraciada e escolhida, criteriosamente, por Deus para que o Seu Filho Unigênito, Jesus Cristo, descesse do céu para ser gerado, em carne, no seu ventre, na sua virgindade, pelo Espírito Santo; nem igreja alguma, nem religiões, credos, outro homem ou mulher, dogmas ou qualquer outro tipo de crença ou objeto de religião ou não podem fazer alguma coisa para salvar a alma do pecador (Romanos 3:23). O Único que fez foi o Senhor Jesus Cristo com a sua morte na cruz. O Único caminho determinado por Deus para a salvação (livramento da condenação eterna do fogo do inferno) é o Senhor Jesus Cristo. Só a Ele deve-se dar graças, glórias e louvores.

Lucas, "o médico amado", por inspiração do Espírito Santo (toda Escritura é divinamente inspirada – II Timóteo 3:16 e 17), deixou registrado "tudo quanto Jesus começou a fazer e ensinar, até dia que foi levado para cima..." No livro de Atos dos apóstolos, escrito por Lucas, nós encontramos as palavras que Pedro, inspirado pelo Espírito Santo, dirigiu às autoridades e ao povo, dizendo: "E em nenhum outro há salvação; porque debaixo do céu NENHUM OUTRO NOME há, dado entre os homens em que devamos ser salvos." Atos 4:12. Só, e unicamente no Senhor Jesus Cristo há salvação. Atos 4:10.

O próprio apóstolo Pedro indica, pelo Espírito Santo, que o Senhor Jesus Cristo é a Pedra Angular. Atos 4:11

Maria, que foi mãe de Jesus como homem (Jesus, como Deus, já existia antes de Maria nascer. Deus sempre foi Pai, Filho e Espírito Santo. O Filho sempre foi Jesus Cristo.) testemunhou com as suas próprias palavras, e inspirada pelo Espírito Santo, que foi SALVA (ninguém pode ser salvo se não estiver em apuros ou perdido) por Deus e que é, apenas, uma serva de Deus (Lucas 1:47 e 48).

Maria, com certeza, sempre foi obediente, em tudo, aos mandamentos de Deus, mesmo sendo uma pecadora: Errava, como todo pecador erra: Não teve bastante fé para crêr imediatamente nas palavras do anjo – teve dúvidas (Lucas 1:34). "... TUDO o que não provém da fé é pecado." Romanos 14:23. Jesus repreendeu a Maria: "E, tendo acabado o vinho, a mãe de Jesus lhe disse: Eles não têm vinho. Respondeu-lhes Jesus: Mulher, que tenho eu contigo? Ainda não é chegada a minha hora. Disse então sua mãe aos serventes: Fazei tudo quanto ele vos disser." João 2:3 a 5. Observem que a própria Maria orientou a que fizessem TUDO QUANTO ELE (JESUS) DISSESSE (E não o que ela dissesse.).

Os discípulos avisaram ao Senhor Jesus que a sua mãe estava a procura dele (com certeza Ele já sabia) para falar-lhe: "Disse-lhe alguém: Eis que estão ali fora tua mãe e teus irmãos, e procuram falar contigo. Ele, porém, respondeu ao que lhe falava: Quem é minha mãe? e quem são meus irmãos? E, estendendo a mão para os seus discípulos disse: Eis aqui minha mãe e meus irmãos. Pois qualquer que fizer a vontade de meu Pai que está nos céus, esse é meu irmão, irmã e mãe." Mateus 12:47 a 50

Como cumpridora dos mandamentos de Deus, Maria, também, atendia ao que está registrado no livro do Êxodo, no capítulo 20 e versículos 3 a 5 que diz: "Não terás outros deuses diante de mim. Não farás para ti imagem esculpida, nem figura alguma do que há em cima no céu, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra. Não te encurvarás diante delas, nem as servirás; porque eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam."; em Deuteronômio 4:15 a 19: "Guardai, pois, com diligência as vossas almas, porque não vistes forma alguma no dia em que o Senhor vosso Deus, em Horebe, falou convosco do meio do fogo; para que não vos corrompais, fazendo para vós alguma imagem esculpida, na forma de qualquer figura, SEMELHANÇA DE HOMEM OU DE MULHER; ou semelhança de qualquer animal que há na terra, ou de qualquer ave que voa pelo céu; ou semelhança de qualquer animal que se arrasta sobre a terra, ou de qualquer peixe que há nas águas debaixo da terra; e para que não suceda que, levantando os olhos para o céu, e vendo o sol, a lua e as estrelas, todo esse exército do céu, sejais levados a vos inclinardes perante eles, prestando culto a essas coisas que o Senhor vosso Deus repartiu a todos os povos debaixo de todo o céu."

Na verdade, Maria foi muito pouco citada na Bíblia. Talvez para que não se fizesse o que estão fazendo com relação a Ela: Idolatrando-a.


Uma foto familiar (de pai, mãe, tio, etc.) não tem motivos religiosos-espirituais. As imagens religiosas são feitas (mesmo se não for para adoração/veneração) para fins religiosos-espirituais. Mesmo assim fazem Maria com várias fisionomias diferentes. Quais delas será a Maria que está no céu. Não há relato bíblico que Maria tenha posado para ser esculpida. Não havia máquinas fotográficas naquele tempo. Não existe nenhuma Verônica que enxugou o rosto de Jesus e ficou a sua fisionomia em um pano. Essa estória não existe em Bíblia alguma... Enfim, Deus ordenou conforme os textos descritos anteriormente para NÃO FAZER IMAGENS. Quem as faz, tem e/ou adora está desobedecendo (pecando) contra o 2º Mandamento (dos 10) da lei de Deus.

As coisas concernentes a Deus não têm destinações para lembranças familiares, mas religiosidade e crença espiritual.

A serpente que foi levantada no deserto não era uma imagem esculpida, não foi adorada nem reverenciada, não ficou definitivamente em um altar... Mas, por pouco tempo, foi utilizada como uma figura do Cristo que iria ser levantado no madeiro. Leiam: "E como Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa que o Filho do homem seja levantado; para que todo aquele que nele crê tenha a vida eterna. Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna." João 3:14 a 16

O povo havia pecado contra Deus. Então, Deus, mandou entre o povo serpentes abrasadoras, que o mordiam; e morreu muita gente em Israel. Assim, disse o Senhor a Moisés: "Faze uma serpente de bronze, e põe-na sobre uma haste; e será que todo mordido que olhar para ela viverá." Vede que Deus não mandou ninguém reverenciar/ adorar ou ter a serpente em um altar. Eles não deveriam fazer súplicas à serpente, nem apresentar rezas ou orações, mas, tão somente, SE ALGUÉM FOSSE MORDIDO, DEVERIA, APENAS, OLHAR PARA A SERPENTE, e seria curado. Números 21:1 a 9

Em Bíblia alguma existem rezas (Ave Maria, credo, etc.) mas, unicamente, a oração do Pai Nosso (Se fosse para alguém rezar para Maria, não seria "Pai Nosso", mas "Mãe Nossa"). Mesmo assim os apóstolos não repetiram o "Pai Nosso" em lugar algum. Isso porque a oração do "Pai Nosso" é apenas um modelo, dado pelo Senhor Jesus Cristo, de como devemos falar diretamente com Deus (A oração do "Pai Nosso" começa dirigida diretamente ao "Pai" – Deus) e o Senhor Jesus Cristo ensinou no versículo anterior que NÃO DEVERIA SER REPETIDA: "E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios; porque pensam que pelo seu muito falar serão ouvidos. Não vos assemelheis, pois, a eles; porque vosso Pai sabe o que vos é necessário, antes de vós lho pedirdes. Portanto, orai vós deste modo: Pai nosso que estás nos céus, santificado seja o teu nome; venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu; o pão nosso de cada dia nos dá hoje; e perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós também temos perdoado aos nossos devedores; e não nos deixes entrar em tentação; mas livra-nos do mal. Porque teu é o reino e o poder, e a glória, para sempre, Amém. Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celestial vos perdoará a vós; se, porém, não perdoardes aos homens, tampouco vosso Pai perdoará vossas ofensas." Mateus 6:7 a 15

Se Maria soubesse que estão fazendo imagens (com diversas fisionomias e nomes) afirmando serem ela, com certeza, como uma cumpridora fiel dos mandamentos de Deus, não aprovaria.

Maria não pode ouvir todas as súplicas, de todos os fiéis católicos romanos, de todo o mundo, ao mesmo tempo. Se pudesse, ela teria de ser ONISCIENTE. O Único onisciente é Deus. Só Deus tem esse atributo. E Maria não é Deusa.

Maria não é "Mãe de Deus". Se fosse, Deus seria Mãe, Pai, Filho e Espírito Santo. Deus seria quatrino, e não trino. É lógico que para alguém ser "Mãe de Deus" teria de ser Deusa. Deus não tem princípio nem fim – é de eternidade à eternidade. Maria nasceu, e não existia antes. Era tão limitada como qualquer ser humano. Por exemplo, não sabia onde o seu filho estava: "Quando Jesus completou doze anos, subiram eles segundo o costume da festa; e, terminados aqueles dias, ao regressarem, ficou o menino Jesus em Jerusalém sem o saberem seus pais; julgando, porém, que estivesse entre os companheiros de viagem, andaram caminho de um dia, e o procuravam entre os parentes e conhecidos; e não o achando, voltaram a Jerusalém em busca dele. E aconteceu que, passados três dias, o acharam no templo, sentado no meio dos doutores, ouvindo-os, e interrogando-os." Lucas 2:42 a 46

Maria não tem poder para fazer milagres. Não pôde sequer transformar a água em vinho. Não curou e não ressuscitou ninguém. Se Maria nunca fez milagres, como imagens que dizem ser dela podem efetuar milagres?

Maria foi mãe de Jesus, como homem, enquanto estava na terra. No céu não existem parentescos (Mateus 22:30); todos são irmãos e há um só Pai, que é Deus.

Maria, salva por Deus e serva de Deus (Lucas 1:46 a 48), NÃO É MEDIANEIRA. "Porque um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem," I Timóteo 2:5

O homem não pode ser salvo (livre da condenação eterna do fogo do inferno – Isaías 66:24; Mateus 18:8 e 9; Marcos 9:43,44,46 e 48; Lucas 3:16 e 17; Apocalipse 14:10; Apocalipse 19:20; Apocalipse 20:14 e 15; Apocalipse 21:8; etc.) por obras ("Porque pela graça sois salvos, por meio da fé, e isto não vem de vós, é dom de Deus; não vem das obras, para que ninguém se glorie." Efésios 2:8 e 9; "não em virtude de [obras de justiça] que nós houvéssemos feito, mas segundo a sua misericórdia, nos salvou mediante o lavar da regeneração e renovação pelo Espírito Santo," Tito 3:5), por religiões, por igrejas, etc., mas, unicamente, pelo SANGUE DO SENHOR JESUS CRISTO, que foi derramado na cruz por TODOS OS PECADOS DE CADA PECADOR (I João 1:7; Efésios 1:5 a 7; Apocalipse 1:5; etc.). O Senhor Jesus Cristo já pagou TODOS os nossos pecados com o seu SANGUE porque não os podemos pagar, nenhum sequer. Morreu na cruz porque quis, por amor, para nos dar uma grande oportunidade de ao o recebermos como Único Salvador, termos a certeza absoluta de morarmos, para sempre, com Ele no céu.

Lembrai-vos do ladrão que arrependeu-se, na cruz, ao lado da cruz que o Senhor Jesus Cristo estava sendo crucificado: "Então disse: Jesus, lembra-te de mim, quando entrares no teu reino. Respondeu-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no paraíso". Lucas 23:42 e 43. Vede que o Senhor Jesus respondeu: "...hoje estarás comigo no PARAÍSO". Jesus não falou "PURGATÓRIO", mas "PARAÍSO".

O Senhor Jesus Cristo provou que se não quisesse ter morrido, não o teria. Ao terceiro dia da sua morte, triunfante, Ele ressuscitou (saiu do túmulo), em CARNE E OSSOS (Lucas 24:39); o túmulo ficou vazio. Não podemos representá-lO numa cruz, não podemos representá-lO sepultado... Ele não está mais em uma cruz, e também não está em um túmulo. O Senhor Jesus Cristo VIVE!

Um dia (em breve) o Senhor Jesus Cristo voltará para arrebatar todo aquele que o recebeu como Único Caminho, Única Verdade e Única Vida Eterna. (João 14:1 a 6; Romanos 10:9 e 10)

Todos os homens precisam arrepender-se, verdadeiramente, dos seus pecados e confessar-se apenas àquele que pagou o preço (com o seu sangue) por todos os nossos pecados; que nunca teve pecado (O verdadeiro Santo de Deus): Jesus Cristo. I João 1:5 a 10 e 2:1 e 2.

O Único Representante do Senhor Jesus Cristo, aqui na terra, é o Espírito Santo: "Se me amardes, guardareis os meus mandamentos. E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Ajudador, para que fique convosco para sempre. a saber, o Espírito da verdade, o qual o mundo não pode receber; porque não o vê nem o conhece; mas vós o conheceis, porque ele habita convosco, e estará em vós. Não vos deixarei órfãos; voltarei a vós. Ainda um pouco, e o mundo não me verá mais; mas vós me vereis, porque eu vivo, e vós vivereis. Naquele dia conhecereis que estou em meu Pai, e vós em mim, e eu em vós. Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda, esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele. Perguntou-lhe Judas (não o Iscariotes): O que houve, Senhor, que te hás de manifestar a nós, e não ao mundo? Respondeu-lhe Jesus: Se alguém me amar, guardará a minha palavra; e meu Pai o amará, e viremos a ele, e faremos nele morada. Quem não me ama, não guarda as minhas palavras; ora, a palavra que estais ouvindo não é minha, mas do Pai que me enviou. Estas coisas vos tenho falado, estando ainda convosco. Mas o Ajudador, o Espírito Santo a quem o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto eu vos tenho dito. Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; eu não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize. Ouvistes que eu vos disse: Vou, e voltarei a vós. Se me amásseis, alegrar-vos-íeis de que eu vá para o Pai; porque o Pai é maior do que eu. Eu vo-lo disse agora, antes que aconteça, para que, quando acontecer, vós creiais. Já não falarei muito convosco, porque vem o príncipe deste mundo, e ele nada tem em mim; mas, assim como o Pai me ordenou, assim mesmo faço, para que o mundo saiba que eu amo o Pai. Levantai-vos, vamo-nos daqui." João 14:15 a 31

Não foi só o apóstolo Pedro que recebeu a autoridade de ligar e desligar no céu e na terra. Os outros apóstolos também receberam, como igreja, e não individualmente ("Se recusar ouvi-los, dize-o à igreja; e, se também recusar ouvir a igreja, considera-o como gentio e publicano. Em verdade vos digo: Tudo quanto ligardes na terra será ligado no céu; e tudo quanto desligardes na terra será desligado no céu. Ainda vos digo mais: Se dois de vós na terra concordarem acerca de qualquer coisa que pedirem, isso lhes será feito por meu Pai, que está nos céus. Pois onde se acham dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles." Mateus 18:17 a 20).

A primeira igreja que o Senhor Jesus Cristo estabeleceu foi com os apóstolos (I Coríntios 12:28 – Lucas 6:12 a 16).

O Senhor Jesus Cristo falou aos apóstolos, como igreja, que estaria com eles "TODOS OS DIAS ATÉ A CONSUMAÇÃO DOS SÉCULOS" (Mateus 28:16 a 20). Os apóstolos morreram, mas a igreja do Senhor Jesus Cristo perpetuou-se.

Por tudo isso, e muito mais, advirto aos senhores que arrependam-se dos seus pecados e recebam a salvação das vossas almas, gratuitamente, só no Senhor Jesus Cristo.

Com toda a sinceridade, amor e esperança.


NIVALDO RODRIGUES

nivaldosalvo@yahoo.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário