10 abril 2009

Perigo! Urgente! Satanás distrai com Igrejas Pentecostais!

Infelizmente, as pessoas não estão atentando mais para as coisas espirituais, mas para as materiais.

Eu estava lendo a passagem de Filipenses 3:17-21 ("Irmãos, sede meus imitadores, e atentai para aqueles que andam conforme o exemplo que tendes em nós; porque muitos há, dos quais repetidas vezes vos disse, e agora vos digo até chorando, que são inimigos da cruz de Cristo; cujo fim é a perdição; cujo deus é o ventre; e cuja glória assenta no que é vergonhoso; os quais só cuidam das coisas terrenas. Mas a nossa pátria está nos céus, donde também aguardamos um Salvador, o Senhor Jesus Cristo, que transformará o corpo da nossa humilhação, para ser conforme ao corpo da sua glória, segundo o seu eficaz poder de até sujeitar a si todas as coisas.")... Chamou-me atenção como a Bíblia é tão atual, mesmo tendo sido escrita há tanto tempo.

As profecias bíblicas são suficientes para alertar e direcionar as nossas vidas. Alguns procuram "profetas" atuais que, já alertados pelo nosso Mestre, são verdadeiros "adivinhos" de plantão.

É incrível como alguns de nossos irmãos, mesmo os extremamente sinceros, caem nessas baboseiras a ponto de, até, esquecerem-se que a Palavra de Deus é suficiente. II Timóteo 3:16

O escritor aos Hebreus (creio tenha sido Paulo) assim escreve:

»HEBREUS [1]

1 Havendo Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas,

2 nestes últimos dias a nós nos falou pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de todas as coisas, e por quem fez também o mundo;

Quando o apóstolo Paulo escreve aos Coríntios, no cap. 13, vers. 8 a 12 :


8 O amor jamais acaba; mas havendo profecias, serão aniquiladas;
havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá
;

9 porque, em parte conhecemos, e em parte profetizamos;

10 mas, quando vier o que é perfeito, então o que é em parte será
aniquilado.


11 Quando eu era menino, pensava como menino; mas, logo que cheguei a
ser homem, acabei com as coisas de menino
.

12 Porque agora vemos como por espelho, em enigma, mas então veremos
face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei plenamente,
como também sou plenamente conhecido.


É claro que Cristo é o PERFEITO e não "o que é perfeito". No versículo 10 está falando em algo que é perfeito... O contexto (vers. 8 e 9) não está se referindo ao Senhor Jesus Cristo, mas a dons.

Então, será algo que quando fosse completado (porque estava em parte) NÃO NECESSITARIAM MAIS. Então, o que é?

Eles estavam vivendo a época do NOVO PACTO (NOVO TESTAMENTO) e não tinham ainda o NOVO TESTAMENTO ESCRITO. Por isto, necessitavam de

alguns dons que foram temporários. Era a Bíblia falada.

É tão interessante pensarmos sobre esse fato que no livro do APOCALIPSE Deus nos adverte que não devemos acrescentar profecia às que já existem.

Apocalipse 22:

18 Eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro: Se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus lhe acrescentará as pragas que estão escritas neste livro;

19 e se alguém tirar qualquer coisa das palavras do livro desta profecia, Deus lhe tirará a sua parte da árvore da vida, e da cidade santa, que estão descritas neste livro.

O apóstolo Paulo levava este assunto muito a sério:

I Coríntios 4:6

Ora, irmãos, estas coisas eu as apliquei figuradamente a mim e a
Apolo, por amor de vós; para que em nós aprendais a não ir além do
que está escrito, de modo que nenhum de vós se ensoberbeça a favor de
um contra outro.


Não devemos dar ouvidos aos "profetas", que aparecem hoje, e suas "profecias".

O Senhor Jesus Cristo alertou (isto foi uma profecia):

Mateus 7:

15 Guardai-vos dos falsos profetas, que vêm a vós disfarçados em ovelhas, mas interiormente são lobos devoradores.
16 Pelos seus frutos os conhecereis. Colhem-se, porventura, uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos?
17 Assim, toda árvore boa produz bons frutos; porém a árvore má produz frutos maus.
18 Uma árvore boa não pode dar maus frutos; nem uma árvore má dar frutos bons.
19 Toda árvore que não produz bom fruto é cortada e lançada no fogo.
20 Portanto, pelos seus frutos os conhecereis.
21 Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.
22 Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitos milagres?
23 Então lhes direi claramente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade.

E:

Mateus 24:

24 porque hão de surgir falsos cristos e falsos profetas, e farão grandes sinais e prodígios; de modo que, se possível fora, enganariam até os escolhidos.

Vede que esses "sinais" e "prodígios" estão acontecendo, mas NÃO SÃO OPERADOS PELO SENHOR JESUS CRISTO.

Lembro-te que o apóstolo Paulo, mesmo sendo operador de milagres, NÃO CUROU TIMÓTEO, seu filho na fé (que era doente do estômago e tinha freqüentes enfermidades) , e DEIXOU a TRÓFIMO DOENTE.

I Timóteo 5:23

Não bebas mais água só, mas usa um pouco de vinho, por causa do teu estômago e das tuas freqüentes enfermidades. (É lógico que o vinho aqui servia como remédio.)

II Timóteo 4:20

Erasto ficou em Corinto; a Trófimo deixei doente em Mileto.

Por que Paulo NÃO CUROU TIMÓTEO NEM TRÓFIMO? Se o que algumas "igrejas" que existem em nossos dias dizem que a doença é coisa dos demônios e deve ser extirpada; como Paulo deixaria servos de Deus DOENTES, tendo ele poder para curá-los? Observe que quando Paulo escreve a Timóteo o elogia, chamando-o de "meu verdadeiro filho na fé" (I Tim. 1:2) e orienta-o a ADVERTIR A ALGUNS (I Timóteo 1:3 e 4). Paulo, com certeza, confiava em Timóteo. Não o curou porque não achou necessário; para que não parecesse que a cura do corpo fosse tão importante assim quanto a salvação da alma. Os valores estão sendo invertidos no meio dos que professam expressar a vontade de Deus! Concluo que esses programas de TV e igrejas que pregam "CURAS", "MARAVILHAS" e "PODERES", são embustes de satanás para afastarem as pessoas do ALVO: O VERDADEIRO EVANGELHO DO SENHOR JESUS CRISTO.

Então, o EVANGELHO DO SENHOR JESUS CRISTI não são CURAS, MARAVILHAS e PODERES??? Vejamos o que a Palavra de Deus diz o que é o EVANGELHO:

»I CORINTIOS [15]

1 Ora, eu vos lembro, irmãos, o evangelho que já vos anunciei; o qual também recebestes, e no qual perseverais,

2 pelo qual também sois salvos, se é que o conservais tal como vo-lo anunciei; se não é que crestes em vão.

3 Porque primeiramente vos entreguei o que também recebi: que Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras;

4 que foi sepultado; que foi ressuscitado ao terceiro dia, segundo as Escrituras;

Pergunto: O evangelho que Paulo recebeu e entregou (pregou) foi CURAS, MARAVILHAS e PODERES??? Não! O texto é bem claro e afirma que o EVANGELHO QUE PAULO RECEBEU E QUE PREGAVA ERA, TÃO-SOMENTE: MORTE, SEPULTAMENTO E RESSURREIÇÃO DO SENHOR JESUS CRISTO. É por isto que, quando nos referimos aos Livros de Mateus, Marcos, Lucas e João, os chamamos de EVANGELHO. Os quatro narram o nascimento, vida, MORTE, SEPULTAMENTO e RESSURREIÇÃO DO SENHOR JESUS CRISTO.

Observe que as curas e maravilhas que o Senhor Jesus Cristo, os apóstolos e alguns discípulos faziam não eram tão importantes assim.

Por exemplo, os discípulos estavam alegres porque conseguiam expulsar demônios. Observe a resposta do Senhor Jesus Cristo:


Lucas 10:20

Contudo, não vos alegreis porque se vos submetem os espíritos; alegrai-vos antes por estarem os vossos nomes escritos nos céus.

O interessante é que muitas pessoas nunca receberam demônios, mas quando entram em templos de falsos profetas os demônios se manifestam e eles caem.

O Senhor Jesus Cristo, nem os apóstolos, nunca fizeram espetáculos com expulsões de demônios... Apenas, ordenavam e eles saíam. Não mandavam eles se ajoelharem, dizerem algo, etc. O que os falsos profetas fazem hoje é na verdade shows. Com certeza, Deus não aceita esse tipo de coisa.

O Senhor Jesus Cristo, além de ter dado poderes aos discípulos para curar os enfermos, limpar os leprosos, expulsai os demônios, TAMBÉM DEU PARA RESSUSCITAREM MORTOS... E essas ressurreições não eram "OUVI FALAR", mas aconteciam em tão grande número quanto as CURAS e EXPULSÕES DE DEMÔNIOS.

Leia:

Mateus 10:8

Curai os enfermos, ressuscitai os mortos, limpai os leprosos, expulsai os demônios; de graça recebestes, de graça dai.

Eles não pediam dinheiro, como se Jesus tivesse ordenando, mas faziam TUDO DE GRAÇA. Foi por isso que o Senhor Jesus Cristo advertiu em Mateus 7: contra esses FALSOS PROFETAS: "PELOS SEUS FRUTOS OS CONHECEREIS". Mas, infelizmente, as pessoas só buscam a Deus para ficarem bons do CORPO e CONSEGUIREM ALGUM BEM MATERIAL, NÃO PELA SALVAÇÃO DA ALMA. Satanás ofereceu ao Senhor Jesus Cristo (Criador de todas as coisas) bens materiais (Mateus 4:9). O mesmo vagabundo Satanás OFERECE RIQUEZAS MATERIAIS ÀS PESSOAS e "CURAS" para desviá-los da SALVAÇÃO DA ALMA. São muitas as pessoas que se dizem "evangélicas", mas não têm a SALVAÇÃO DA ALMA; apenas, algum bem material ou cura do corpo. É uma lástima. Por isto, o próprio Senhor Jesus Cristo afirmou:

Mateus 22:14

Porque muitos são chamados, mas poucos escolhidos.

E:

Mateus 7:

13 Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela;
14 e porque estreita é a porta, e apertado o caminho que conduz à vida, e poucos são os que a encontram.
15 Guardai-vos dos falsos profetas, que vêm a vós disfarçados em ovelhas, mas interiormente são lobos devoradores.16 Pelos seus frutos os conhecereis. Colhem-se, porventura, uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos?

Os demônios também fazem maravilhas e prodígios...

Apocalipse 16:14

Pois são espíritos de demônios, que operam sinais; os quais vão ao encontro dos reis de todo o mundo, para os congregar para a batalha do grande dia do Deus Todo-Poderoso.

II Tessalonicenses 2:9

a esse iníquo cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás com todo o poder e sinais e prodígios de mentira,

Apocalipse 13:

11 E vi subir da terra outra besta, e tinha dois chifres semelhantes aos de um cordeiro; e falava como dragão.
12 Também exercia toda a autoridade da primeira besta na sua presença; e fazia que a terra e os que nela habitavam adorassem a primeira besta, cuja ferida mortal fora curada.
13 E operava grandes sinais, de maneira que fazia até descer fogo do céu à terra, à vista dos homens;
14 e, por meio dos sinais que lhe foi permitido fazer na presença da besta, enganava os que habitavam sobre a terra e lhes dizia que fizessem uma imagem à besta que recebera a ferida da espada e vivia.

Os mágicos do Egito também fizeram sinais, como os de Moisés; mas não eram de Deus.

Êxodo 7:11

Faraó também mandou vir os sábios e encantadores; e eles, os magos do Egito, também fizeram o mesmo com os seus encantamentos.



Creio que Deus cura (se quiser) qualquer tipo de doença. Mas, não creio que essas "curas" que ocorrem no meio de falsos profetas tenham sido feitas por Deus. Primeiro: Porque as pessoas que vão a esses lugares estão em busca de CURAS ESPIRITUAIS PARA A CARNE, EMPREGOS e coisas que são inerentes a este mundo. Na verdade é uma DISTRAÇÃO APRONTADA, ASTUCIOSAMENTE, POR SATANÁS e SEUS ANJOS, para DESVIAR AS CRIATURAS PERDIDAS para AS COISAS TERRENAS e não CELESTIAIS.

A "teologia" que divulgam hoje, em grande escala, é a da "PROSPERIDADE MATERIAL". Satanás, e seus demônios, sabem que o coração do homem tem, por causa do pecado, grande ambição pelas coisas MATERIAIS. O ser humano atenta mais para as coisas terrenas que celestiais. É por isso que os jovens (crentes) procuram mais

igrejas que fazem shows. Desejam alimentar o seu coração com COISAS TERRENAS. As músicas, hoje, são mais voltadas às danças (AO CORPO) que ao ESPÍRITO.

O próprio Senhor Jesus Cristo, como exemplo, veio ao mundo EXTREMAMENTE POBRE. Poderia ter escolhido vir como MILIONÁRIO, mas sabia que teria que dar exemplo ao homem das coisas simples, a fim de afastar o homem do amor aos bens materiais.

I Timóteo 6:10

Porque o amor ao dinheiro é raiz de todos os males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores.

Vejamos alguns dos discípulos que eram EXTREMAMENTE POBRES e Deus não os enriqueceu:

II Coríntios 8:1 e 2

"Também, irmãos, vos fazemos conhecer a graça de Deus que foi dada às igrejas da Macedônia; como, em muita prova de tribulação, a abundância do seu gozo e sua profunda pobreza abundaram em riquezas da sua generosidade. "

Observe que eram AS IGREJAS DA MACEDÔNIA. CRENTES PROFUNDAMENTE POBRES.

Deus considera, até, que devemos ter gozo por PASSARMOS POR TRIBULAÇÕES. II Coríntios 7:4; II Coríntios 8:2. Não disse que "isso é do diabo e deve ser determinado que seja extirpado de nossa vida". Não! Ele nos convida a nos alegrarmos. E, ainda, avisa que os que quiserem viver piamente em Cristo Jesus, padecerão perseguições. E disse: "Neste mundo tereis aflições" (João 16:33). Ele nos convida a sofrer por Ele; não a ter regalias e vivermos em delícias. O verdadeiro crente está neste mundo para sofrer por Cristo a fim de ganhar o máximo possível... Se alguém se considera um grande e ovacionado pregador, está fazendo algo errado. Todos os apóstolos e discípulos que pregaram a verdade foram PERSEGUIDOS ou MORTOS.

As "línguas estranhas" não existem em Bíblia alguma. Algumas editoras, a fim de venderem Bíblias a pessoas que procuram esse tipo de "dom", inseriram em alguns versículos, após a palavra LÍNGUA (glossa) o termo "estranha". Antes, a Sociedade Bíblica do Brasil referenciava esse termo ("estranha") em itálico, denotando não conter

na língua original (grego). Hoje, eles não têm mais esse temor e editam como querem. Algumas Bíblia já estão tão torcidas que já parecem até uma "colcha de retalhos". O intento de muitas editoras de Bíblias é comercializarem a Palavra de Deus "a qualquer preço". As melhores versões da Bíblia são, na verdade, "de acordo com os melhores textos em grego e hebraico" (da Juerp, Agnos, etc..).

Os movimentos que surgem, hoje, com diversos nomes diferentes, se auto-intitulam PENTECOSTAIS. Isto porque dizem terem os mesmos poderes que foram dados pelo Senhor Jesus Cristo aos discípulos no dia de PENTECOSTES. É bastante examinarmos o referido texto para observarmos que as línguas faladas no dia de pentecostes não condizem com as de hoje. Vejamos:

»ATOS [2]

1 Ao cumprir-se o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar.

2 De repente veio do céu um ruído, como que de um vento impetuoso, e encheu toda a casa onde estavam sentados.

3 E lhes apareceram umas línguas como que de fogo, que se distribuíam, e sobre cada um deles pousou uma.

4 E todos ficaram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito lhes concedia que falassem.

5 Habitavam então em Jerusalém judeus, homens piedosos, de todas as nações que há debaixo do céu.

6 Ouvindo-se, pois, aquele ruído, ajuntou-se a multidão; e estava confusa, porque cada um os ouvia falar na sua própria língua.

7 E todos pasmavam e se admiravam, dizendo uns aos outros: Pois quê! não são galileus todos esses que estão falando?

8 Como é, pois, que os ouvimos falar cada um na própria língua em que nascemos?

9 Nós, partos, medos, e elamitas; e os que habitamos a Mesopotâmia, a Judéia e a Capadócia, o Ponto e a Ásia,

10 a Frígia e a Panfília, o Egito e as partes da Líbia próximas a Cirene, e forasteiros romanos, tanto judeus como prosélitos,


11 cretenses e árabes-ouvímo- los em nossas línguas, falar das grandezas de Deus.

12 E todos pasmavam e estavam perplexos, dizendo uns aos outros: Que quer dizer isto?

13 E outros, zombando, diziam: Estão cheios de mosto.

Observe que as línguas ERAM ENTENDIDAS; NÃO "ESTRANHAS". Cada um OUVIA NA PRÓPRIA LÍNGUA EM QUE NASCEU.

A palavra interpretada, conforme I Coríntios 14: significa: Explicar um fato.

Por exemplo, aqui em Atos 2: CADA UM ENTENDIA NA SUA PRÓPRIA LÍNGUA. Eles necessitaram de TRADUTOR DE IDIOMAS??? Claro que não.

Infelizmente, o português é uma língua muito pobre: Tem uma palavra para vários significados. A palavra interpretar, em português, significa: Traduzir idioma, explicar algo, exibir uma música ("intérprete da música popular brasileira") ...

No caso de Atos 2: é lógico que como ELES OUVIAM NA PRÓPRIA LÍNGUA

QUE NASCERAM, o intérprete (Pedro) explicou que o que eles estavam ouvindo foi o predito pelo profeta Joel... Pedro continuou falando sozinho e cada um continuou a OUVIR NA PRÓPRIA LÍNGUA EM QUE NASCEU. Alí estava sendo operado, verdadeiramente, um milagre de Deus. Um homem falando em língua HEBRAICA e os ouvintes ENTENDENDO CADA UM NA SUA PRÓPRIA LÍNGUA, AO MESMO TEMPO. E Paulo afirmou em I Coríntios 13:8 que as línguas (entendidas, é claro) cessariam. Se os movimentos são "PENTECOSTAIS", têm que ser de acordo com o DIA DE PENTECOSTES (ATOS 2:).

Na igreja CATÓLICA CARISMÁTICA falam as mesma "LÍNGUAS ESTRANHAS" dos movimentos que se denominam PENTECOSTAIS. Será que são línguas de Deus??? Será que Deus usa IDÓLATRAS para receberem um DOM DO ESPÍRITO SANTO??? Claro que não!!!

E, também, o que aconteceu em ATOS 2: foi cumprimento de profecia ("Mas isto é o que foi dito pelo profeta Joel:" Atos 2:16). Uma profecia cumprida é concluída; não tornará a se cumprir. Exemplo: A morte do Senhor Jesus Cristo (Isaías 53:). Não se cumprirá novamente. Agora, o Senhor Jesus Cristo voltará para arrebatar todo aquele que o recebeu, VERDADEIRAMENTE, como Único Salvador e Senhor.

É importante que estejamos alerta para não cairmos nas ciladas de SATANÁS.

Em Cristo Jesus,

NIVALDO RODRIGUES
nivaldosalvo@yahoo.com.br

Um comentário:

  1. “...a outro, operações de milagres; a outro, profecia; a outro, DISCERNIMENTO DE ESPÍRITOS; a um, variedade de línguas; e a outro, capacidade para interpretá-las. Mas um só e o mesmo Espírito realiza todas estas coisas, distribuindo-as, como lhe apraz, a cada um, individualmente.” (1Co.12:10,11);
    1 João 4:1: “Amados, não deis crédito a qualquer espírito; antes, PROVAI OS ESPÍRITOS se procedem de Deus, porque muitos falsos profetas têm saído pelo mundo fora.”

    Comentar sobre os movimentos que presenciamos na igreja é bem difícil. E esta dificuldade existe quando principalmente as opiniões se baseiam nas emoções, nos momentos de êxtase emocional, na alegria efêmera, pois o “sentir” deu lugar ao “discernir”.
    A empolgação devido ao impressionismo que certos comportamentos provocam, levam muitos a acreditar que muitas coisas provêm de Deus. E aí rotulam essas pessoas causadoras desses impactos emocionais de “homens ou mulheres de Deus cheios do poder”, “fogo puro”, e passam despercebidos de algo primordial na vida cristã: a transformação.
    Muitos mudam de comportamento (hábitos, relacionamentos, convivências,etc.),mas não são verdadeiramente transformadas por Deus, pois as mudanças que acontecem se baseiam nos vários tipos comportamentais que muitas igrejas desenvolveram ao longo dos anos. As pessoas simplesmente seguem os padrões que decidiram adotar e ainda consideram suficiente para agradarem ao Senhor, já se sentindo transformadas até quando abandonam vícios como o cigarro e a bebida.
    Claro que não podemos desconsiderar o valor de tais mudanças, porém muitos são aqueles que mudaram dessa forma e de outras mais e ainda continuam caluniando, fofocando, maldizendo, invejando, avarentos, gananciosos, críticos exagerados, preguiçosos, ignorantes, isolados dos outros, se aborrecem e se irritam com muita facilidade, não perdoam, não ajudam quem precisa, etc.
    Infelizmente a maioria daqueles que observam estas pessoas sem conviver com as tais, pensam que são realmente gente transformada por Deus, principalmente quando elas vão regularmente à igreja, ao monte para orar, quando evangelizam ou se vestem e comportam de maneira diferente.
    Vejamos o que a Palavra de Deus diz: “Já em carta vos escrevi que não vos associásseis com os impuros; refiro-me, com isto, não propriamente aos impuros deste mundo, ou aos avarentos, ou roubadores, ou idólatras; pois, neste caso, teríeis de sair do mundo. Mas, agora, vos escrevo que não vos associeis com alguém que, dizendo-se irmão, for impuro, ou avarento, ou idólatra, ou maldizente, ou beberrão, ou roubador; com esse tal, nem ainda comais. Pois com que direito haveria eu de julgar os de fora? Não julgais vós os de dentro? Os de fora, porém, Deus os julgará. Expulsai, pois, de entre vós o malfeitor.” (1 Co.5:9-13).
    Isto significa que existem tais “irmãos” vivendo no seio da igreja que talvez mudaram a maneira de viver e ainda não foram transformados por Deus.
    A verdadeira transformação vem de dentro para fora, as pessoas mudam seus comportamentos, seus hábitos assim como muitos que ainda não foram transformados... mas, onde estará a diferença? A diferença se reflete na manifestação do FRUTO DO ESPÍRITO: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio. (Gl.5:22,23). O Espírito Santo, na vida daquele que deseja ser transformado, que verdadeiramente reconhece as suas falhas que comprometem um bom relacionamento com Deus e com o próximo, que tem a convicção de sua dependência de Deus, que anseia por seguir os passos de Cristo e imitá-lo, Ele se manifesta com Seu poder transformador, levando o homem a praticar Seu Fruto.
    Anderson Pereira de Carvalho
    andfal74@ig.com.br

    ResponderExcluir