08 abril 2009

Estudo para apreciação

Cristo sempre fazia convites aconchegantes à multidão que lhe cercava:

· aos famintos convidava para alimentarem-se do Pão da vida,

· aos que habitavam em escuridão convidava para iluminarem-se com a Luz do Mundo,

· aos perdidos convidava para o Caminho,

· aos que não tinham oportunidades e chances ele convidava para entrarem pela Porta,

· aos enfermos convidava para a cura,

· aos pecadores convidava para a libertação e perdão,

· aos cansados e sobrecarregados convidava para usufruírem do descanso e alívio,

· aos enganados e iludidos ele convidava à Verdade,

· aos sedentos convidava para saciarem-se da Água da vida,

· aos que se sentiam cortados do mundo e excluídos ele convidava à Ressurreição e vida.

Tudo isso teria acesso os fracos, cansados, pecadores, enfermos e debilitados, porém depois de confortados, alimentados, perdoados, curados e fortalecidos, Cristo então mostrava-lhes a capacidade de enfrentarem o mesmo mundo que até então os sufocava e dilacerava, porém agora com uma estrutura diferente, venceriam.

"Estas cousas vos tenho dito para que tenhais paz em mim. No mundo, tereis aflições; mas tendo bom ânimo; eu venci o mundo." João 16:33

Cristo diferencia a multidão dos discípulos, sabendo da estrutura individual de cada um, como enviar à luta, soldados feridos? Como incentivar ao enfrentamento pessoas totalmente desestabilizadas? Embora conheça o potencial em Deus de cada um, primeiro estabiliza o enfermo, para então ajuda-lo a prosseguir.

"Então, disse Jesus a seus discípulos: Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-me." Mt. 16:24

Agora estruturados, Jesus mostra-lhes um caminho de renúncia, um caminho de enfrentamento de temores e superação de dores.

Neste momento o sermão se torna importuno para muitos que até então o seguiam, e começam a retirar-se paulatinamente:

" Á vista disso, muitos dos seus discípulos o abandonaram e já não andavam com ele." Jo 6:66.

O espírito do anticristo, perceptível até pelo capítulo e versículo 6:66, confirma que o retrocesso , superficialidade e desinteresse nos caminhos de Deus é característica de Satanás, sendo ele quem induz as pessoas a não permanecerem firmes na dor e a rejeitarem Cristo se tiverem que enfrentar lutas ou sofrimento.

Percebamos este fato ocorrido com Pedro e foi descrito pelos evangelistas Marcos e Mateus:

"Então, começou ele a ensinar-lhes que era necessário que o Filho do Homem sofresse muitas cousas, fosse rejeitado pelos anciãos, pelos principais sacerdotes e pelos escribas, fosse morto e que, depois de três dias, ressuscitasse.

E isto ele expunha claramente. Mas Pedro, chamando-o à parte, começou a reprová-lo.

Jesus, porém, voltou-se e, fitando os seus discípulos, repreendeu a Pedro e disse: Arreda, Satanás! Porque não cogitas das cousas de Deus, e sim dos homens." Mc. 8:31-33

"Desde esse tempo, começou Jesus Cristo a mostrar a seus discípulos que lhe era necessário seguir para Jerusalém e sofrer muitas cousas dos anciãos, dos principais sacerdotes e dos escribas, ser morto e ressuscitado no terceiro dia.

E Pedro, chamando-o à parte, começou a reprová-lo, dizendo: Tem compaixão de ti, Senhor; isso de modo algum te acontecerá.

Mas Jesus, voltando-se, disse a Pedro: Arreda, Satanás! Tu és para mim pedra de tropeço, porque não cogitas das cousas de Deus e sim das dos homens." Mt. 16:21-23

Marcos mostra quando Jesus explicitou as variadas formas de aflições que iria enfrentar, sofrimento, rejeição, morte até a ressurreição, porém Pedro no sentimento triunfalista começou a censurar a Cristo, percebemos o grau de deficiência de uma pessoa que rejeita as verdades de Deus, pois ele se torna capaz de condenar e ousadamente reprovar os caminhos do próprio Senhor , deixando-se subverter pelo Maligno.

Mateus por sua vez enfatizou a auto-piedade geralmente alimentada pelo diabo, o "coitadismo" que Satanás usa como meio para gerar rebeldia, ódio, apostasia nos corações.

Percebamos que nos dois casos, Jesus diagnosticou esta atitude de represália como atuação de Satanás, que usa da auto-comiseração para desmotivar e paralisar os servos de Deus em suas jornadas, optando por andar pelo que vêem e não pelo que crêem, envolvem-se no sentimento da terra, no momento das provações e abandonam o curso proposto por Deus.

Desmotivar-se, fugir de uma jornada só porque a situação desagrada e aflige é não confiar em Deus e em seu Poder, Jesus alegou que Pedro como Satanás pensava no que é transitório e passageiro, o mundo, e não como Deus, por isso propunha a Cristo que não se submetesse a nenhum sofrimento ou situação de constrangimento por Deus ou pela causa divina.

Hoje em dia não tem sido diferente, muitos têm sido ludibriados por Satanás, no momento que precisam enfrentar dificuldades, acabam retrocedendo em suas convicções, santificações e posicionamentos com Deus, pois enganados não aceitam passar por aflição, perseguição ou tormentos, optando por prazeres efêmeros preferem negar ao Senhor do que suportar qualquer dor ou aperto pela obra de Deus.

Porém no perseverar e confiar esta a nossa segurança, como disse o profeta Jeremias e Paulo nas cartas aos Coríntios:

"Por isso, não desanimamos; pelo contrário, mesmo que o nosso homem exterior se corrompa, contudo, o nosso homem interior se renova de dia em dia.

Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós eterno peso de glória, acima de toda comparação, não atentando nós para as coisas que se vêem, mas nas que se não vêem; porque as que se vêem são temporais, e as que não se vêem são eternas" II Cor. 4:16-18

A tribulação é momentânea, a cruz não é eterna, Cristo não está pendurado em uma até hoje, por isso, quando precisamos pegar nossa cruz precisamos entender que Cristo não se refere a uma vida de sofrimento, mas uma caminhada e um percurso de esforços e resistência, pois carrega-se a cruz, se é crucificado porém vive-se a ressurreição, glorificação e ascensão e deve ser compreendido para os atuais cristãos que na vida cristã não é só deleites, deve ser entendido que há momentos de tribulações e muitas vezes dor, porém Deus nunca nos omitiu isso, não devemos pensar como Satanás , se Deus está com você porque passarias por isso ou nunca terias que enfrentar algo assim, pois esta mentalidade procede áquele que está com os olhos postos no material e não no espiritual, este pensamento vem de pessoas que não cogitam das coisas de Deus mas dos homens e o diabo que realmente gerar isso nos corações, pois assim ele debilita as pessoas para batalha , abate os corações que deveriam estar forte no momento da luta, percebam que foi isso que Pedro viveu, todo aquele que não quer encarar os propósitos de Deus e elevar-se acima dele enfrenta-los, acaba caindo na hora da batalha e é consumido pelo mal, como Pedro que totalmente despreparado para a guerra, porque alimentava um evangelho aleivoso negou a Jesus:

"Ora, estava Pedro assentado fora no pátio; e aproximando-se uma criada, lhe disse: Também tu estavas com Jesus, o Galileu. Ele, porém, o negou diante de todos, dizendo: Não sei o que dizes...E ele o negou outra vez, com juramento: Não conheço tal homem...Então começou ele a praguejar e a jurar: Não conheço esse homem!...Então , Pedro se lembrou da Palavra que Jesus lhe dissera: Antes que o galo cante, tu me negarás três vezes. E, saindo dali, chorou amargamente." Mt. 26:69,70,72,74,75

Esta situação tem ocorrido com milhares de pessoas, milhares de 'crentes' que repreendem coisas que na verdade foram enviada por Deus, não me refiro a ser conivente com a dor e sofrimento, mas se porventura tiver que ser submetido á fornalha de fogo ardente, á cova dos leões, ao cárcere não retroceder julgando que esta dor não precisa viver, se Daniel, Sadraque, Estevão e o próprio apóstolo Paulo tivessem este entendimento se curvariam á idolatria da época, submeteriam-se aos fariseus e se calariam , porém eles sabiam que a "luta deles não era contra a carne, mas contra os principados e potestades" e em nenhum momento negaram a Deus para satisfazerem seu ego, livrar sua pele ou serem poupados na sua carne.

O problema da atualidade alimentado por Satanás, pessoas fogem de qualquer privação, desgosto e consternação na carne , cedem para tudo e todos afinal sentiram vontade, não querem problemas optam sempre por renunciar a fé, a aliança com Deus a santidade, afinal Deus não quer vê-las sofrer e sua carne quer tanto que não pode privá-la de saciar-se e assim alimentam uma vida deformada e inspirada por Satanás, lutando contra os planos de Deus, lutam contra o próprio Jesus quando se deparam com a menor dificuldade e optam por renunciar a fé, negar o Cristo afinal não lhe poupou do mal que julga ver, apegados estão ao efêmero e provisório.

O sofrimento ocorre antes da glorificação e Pedro com sua visão carnal e materialista não pôde aceitar tal provação, e todo o 'crente' que não aceita passar uma dificuldade é o mesmo que quando se depara com ela, nega a Cristo, pois como Cristo disse : "No mundo tereis aflições" e é inevitável nos depararmos com a fornalha, com as águas turbulentas, perseguição, porém este evangelho de cruz poucos querem viver, o levar a cruz como já mencionei, não refere-se a uma vida de sofrimento, mas sim o enfrentamento de um percurso de dificuldades, para uma posterior glorificação.

Jesus não carregou a sua cruz por toda a sua jornada, mas ele a carregou antes de viver a morte e ressurreição, logo a dor antecede a morte da criatura e precede a elevação.

Não lute com Deus, se percebes diante de ti algum sofrimento ou dificuldade que tens que passar, enfrente, pois vencerás, certamente se permaneceres justo diante de Deus vencerás, não seja tímido e carnal, não tenha uma visão materialista mas celestial, o alvo de Deus é superior, o caminho de Deus é mais alto que o seu.

Quantos servos de Deus vivem assim, combatendo contra o próprio Deus, no momento que necessitam ser provados e experimentados em sua fé, recuam bruscamente e soberbamente degladiam com o Senhor, porém não sabem que esta conduta e sentimento procede de satanás, quando Pedro transpareceu sua superficialidade Cristo prontamente o identificou com Satanás, sim pois o relutar contra Deus procede do Diabo, o não suportar ou submeter-se pertence ao Diabo e pior o fugir do tratamento e retroceder na provação e adversidade é a própria manifestação de Satanás.

Cristo sabia muito bem o que teria que padecer e no entanto não negou o seu chamado e vocação:

" Tornando a retirar-se, orou de novo, dizendo: Meu Pai, se não é possível passar de mim este cálice sem que eu o beba, faça-se a tua vontade" Mt. 26:42

Aos 16 anos quando Graças a Cristo eu me converti em poucos dias Deus me dera o dom da palavra e entendimento da bíblia, então como era notória esta característica de Deus colocaram-me para ministrar em um culto e Deus me deu um tema: A CRUZ e ali eu explanava o significado da cruz na vida do cristão eu tinha meses de conversão, e no fim do culto um senhor bem idoso, procurou-me em lágrimas e soluços dizendo:

- Eu vi Jesus quando olhei em ti, e estava coroado de espinhos, eu vi você como Jesus, coroado!

Naquele momento no meu espírito eu entendi que meu caminho não seria de glória, porém de dores, minha coroa não seria de ouro mas de aflição , e confesso hoje estou com 33 anos, ano de crucificação e lembro-me daquele dia, e entendo toda a caminhada que segui, ninguém conseguiria mudar o que estava determinado para mim, embora sempre fui sonhadora e cheia de fé, minha vida ministerial sempre teve coroações, não de ouro mas de espinhos e hoje acredito que já fui crucificada, caminho para glorificação, ascensão e elevação á destra de Deus, porém ainda que meu caminho tenha sido difícil de se trilhas eu nunca quis outra coisa senão o querer de Deus para mim e o meu alvo era o d'Ele.

É na fornalha que há lapidação do ouro, limpeza das escórias, é na fornalha que Cristo se manifesta pessoalmente aos seus.

Nunca fugi da guerra, pois eu entendia e via a vida dos verdadeiros seguidores do Evangelho de Cristo eu nunca me enganei a respeito do que teria que suportar, nunca fui enganada ou iludida, e assim pude enfrentar todas as difilculdades e afrontas que tive diante de mim, então hoje posso dizer e acredito que venci, pois consegui confiar, como José do Egito, acima da aflição havia um Deu por mim, poderoso para salvar.

Guarde o Sermão da bem aventurança em seu coração, pois ele veio da boca do próprio Deus conosco :

"Bem aventurados vós, os pobres, porque vosso é o reino de Deus.

Bem aventurados vós, os que agora tendes fome, porque sereis fartos.

Bem aventurados vós, os que agora chorais, porque haveis de rir.

Bem aventurados sois quando os homens vos odiarem e quando vos expulsarem da sua companhia, vos injuriarem e rejeitarem o vosso nome como indigno, por causa do Filho do Homem.

Regozijai-vos naquele dia e exultai, porque grande é o vosso galardão no céu; pois dessa forma procederam seus pais com os profetas.

Mas ai de vós os ricos! Porque tendes a vossa consolação.

Ai de vós, os que agora estais fartos! Porque vireis a ter fome.

Ai de vós, os que agora rides, Porque haveis de lamentar e chorar.

Ai de vós, quando todos vos louvarem! Porque assim procederam seus pais com os falsos profetas." Lucas 6:20

E se porventura passas por restrição financeira, escassez de recursos, há choro em sua alma, és odiado, rejeitado, ofendido, humilhado, desprezado não penses como o diabo quer que penses, que Deus não está com você, mas saiba que és bem aventurado aos olhos de Deus, e Ele vê a tua fé, e todos estes que se julgam superiores pois ostentam um falso poder cairão diante de ti e verão que és amado do Deus vivo.

Todos estes que são tão bem quistos, ai deles pois com certeza não apregoam o verdadeiro engelho como você!

Observe creio na prosperidade do justo, no deleite da alma na recompensa pela fé, porém afirmo estamos vivendo os últimos dias , dias que já estão abreviados, pois muitos não agüentariam suportar o que há de vir sobre o mundo, é tempo de olharmos para o alto, pois tenho visto muito crente naufragar, pois ao contrário do que apregoam , não foram preparados para os momentos difíceis e estão afundando, mas devemos entender a Palavra do Senhor:

"Em verdade, em verdade eu vos digo que chorareis e vos lamentareis, e o mundo se alegrará; vós ficareis tristes, mas a vossa tristeza se converterá em alegria." Jo 16:20

Deus sempre abençoará os seus, mas devemos perseverar e não ser como Pedro negar por imposição ou confronto a verdade da terra e simplesmente nos mantermos despreparados para o confronto .

Imaginem que Cristo falou isso para uma igreja, se fosse hoje em dia muitos como Pedro, repreenderiam a Cristo, relutariam dizendo que não é vontade de Deus e não se submeteriam, logo no momento da luta não suportariam e não alcançariam a promessa, mas esta igreja se fortaleceu e venceu a oposição que duraria 10 dias, não importa o período de tempo , do que terás que enfrentar, seja forte e fiel até as ultimas conseqüências, se reanime no Senhor como fez Davi e creia vencerás:

" não temas as cousas que tens de sofrer. Eis que o diabo está para lançar em prisão alguns dentre vós, para serdes postos à prova, e tereis tribulação de dez dias. Sê fiel até a morte, e dar-te-ei a coroa da vida" Apoc. 2:10

Paz do Senhor Jesus invada os vosso corações, a Paz que excede o entendimento, pois vai além da razão, na antiguidade os sacerdotes de Israel pregavam paz, paz quando na verdade estava por chegar um tempo de tribulação sobre Israel e assim ocorre com este mundo iníquo, a imoralidade tem alcançado níveis destrutíveis, como ocorreu com Israel estão praticando homicídios e massacres de crianças – pedofilia, violências, assassinatos, abusos e agressões, Deus vai agir nesta terra e como diz a palavra de Deus o juízo começa pela igreja do Senhor, limpemo-nos, preparemo-nos pois pouco tempo nos resta, "o Juíz está às portas." (Tiago 5:9b)

"Curam superficialmente a ferida do meu povo, dizendo: Paz, paz; quando não há paz." Jer. 6:14

"Eis que vejo o Senhor entre suas miríades, para exercer juízo contra todos e para fazer convictos todos os ímpios, acerca de todas as obras ímpias que impiamente praticaram e acerca de todas as palavras insolentes que ímpios pecadores proferiram contra ele.Os tais são murmuradores, são descontentes, andando segundo as suas paixões. A sua boca vive propalando grandes arrogâncias; são aduladores dos outros, por motivos interesseiros." Judas 1:16


Raquel Fragoso

raquelfragoso.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário